Terça-feira, 3 de Abril de 2012

No outro dia lembrei-me do meu tio Zé Luis. Saudoso Tio sempre sorridente que nos fazia rir a todos.

Lembrei-me do bom dia em que o conheci e do mau dia em que o vi pela última vez.

Lembro-me que o conheci em Magoito agarrado à minha Tia Talina, sentado num muro feito de pedras pequeninas. eu devia ter uns dez anos e ele vinte e muitos. Lembro-me que como eu tinha perdido o pai muito cedo e não sei porquê essa era uma afinidade que nos ligou desde sempre.

 

Era muito bonito o meu Tio, por dentro e por fora.

 

Eu, menino da mamã, chegadinho de Luanda de férias, chorava porque os meus primos tinham gozado comigo. Por isso desistira de ficar com eles em Magoito e queria ir para Algés com a minha mãe. Então o meu Tio sentado no muro, tal como o estou a ver, convidou-me a ficar, que ia ser muito bom. E foi.. como foram as piadas dele com o Srº Gonçalves :) e a vez que vendo a sua fiel cadela Fany com falta de apetite se chegou a ela percebeu qualquer coisa e partiu ali mesmo um osso de galinha que ela tinha encravado na garganta. Era assim o meu Tio, bastante prático.

Mas hoje lembrei-me sobretudo de uma vez, um pouco mais velho, quando acordava de mais uma noitada em Magoito, e sentindo passos no quintal ao lado, vim à minuscula janela da casa de banho do meu primo e dei com o meu tio a cavar o jardim.

 

Meio a dormir ainda e com um olho fechado pelo sol  a bater-me na cara disse-lhe bom dia.

Diz o meu tio Zé Luis com aquele ar impávido: - Bom dia, que fazes tu logo de manhã ai com a casa pendurada ao pescoço?

 

Eh eh eh estejas onde estiveres bem hajas meu Tio porque me ensinaste a ser divertido em todas as ocasiões e sobretudo a interessar-me também pelos outros. 



publicado por baldino às 16:55 | link do post | comentar

mais sobre mim
posts recentes

Tecnologia a mais mete me...

Qual a diferença?

Nobreza Portuguesa

O discipulo

Permanecer

Agora é facil

Recordaçoes de Luanda III

Estado de espirito

Rezar com Maria em tempo ...

Fausto, Goethe

arquivos

Agosto 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

tags

2011 balanço

alberto caeiro

alcochete

bebe quiosque revistas social

carlos drummond andrade palavra mágica p

chile orcamento doclisboa howard jacobso

circo chen feira popular lisboa dezembro

fernando pessoa poema felicidade exige v

frankfurt

livro

luanda

magoito

outono

pessoa rossio alma

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds